Avanço da plataforma aberta é irreversível

 “A plataforma aberta na indústria de fundos é uma tendência irreversível, e as instituições que lutarem contra ela vão perder espaço no mercado”, afirmou Daniel Maeda, superintendente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) durante o 9º Congresso ANBIMA de Fundos de Investimento, que acontece hoje e amanhã em São Paulo.

• • •

Mercado de capitais é protagonista na recuperação da economia

O mercado de capitais exerce protagonismo na recuperação da economia do Brasil, na opinião de Leonardo Pereira, presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). “Com papel importante e crescente na economia real e na atração de investimentos, o mercado de capitais provoca impactos profundos na sociedade, na geração de empregos e na vida das pessoas”, ressaltou, durante o 9º Congresso ANBIMA de Fundos de Investimento, evento que acontece nesta quarta e quinta em São Paulo.

• • •

Indústria brasileira de fundos é referência internacional

A regulação da indústria de fundos do Brasil – que hoje soma R$ 3,7 trilhões em patrimônio líquido – é internacionalmente reconhecida como referência, na visão de Leonardo Pereira, presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Durante o 9º Congresso ANBIMA de Fundos de Investimento – evento que acontece hoje e amanhã em São Paulo – Pereira mencionou que, em estudo feito pelo Financial Stability Board (FSB), o Brasil obteve destaque, sendo bem avaliado em critérios relacionados tanto à regulação como à supervisão da indústria. “Isso traz credibilidade frente ao investidor”, destaca.

• • •

Ministro do Planejamento destaca papel do mercado de capitais como financiador de projetos

O fim da recessão econômica, graças à recuperação da confiança e à agenda ampla de reformas, e a necessidade de um mercado de capitais mais participativo como financiador dos projetos de infraestrutura foram os dois eixos centrais da palestra do ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Dyogo Oliveira, na abertura do Congresso ANBIMA de Fundos de Investimentos.

• • •

“Somente o avanço das reformas nos levará a alcançar as condições que viabilizem o crescimento sustentável”

Os fundamentos econômicos estão melhorando e as reformas avançam, mas é imprescindível que o Congresso Nacional tenha a sensibilidade de aprovar com urgência as reformas trabalhistas e previdenciária. O alerta foi feito pelo presidente da ANBIMA, Robert van Dijk, durante a abertura do 9º Congresso de Fundos de Investimento, que acontece nesta quarta e quinta-feira, em São Paulo. “Não há mais espaço para ceder. O senso de urgência se faz necessário, sob pena de nossa previdência se tornar inviável a ponto de comprometer a estabilidade econômica”, afirmou. Ele reconheceu que o tema não é simples e que a pauta não é popular, mas destacou que somente o avanço das reformas levará o país a alcançar as condições que viabilizem o crescimento sustentável, abrindo caminho para o equilíbrio das contas públicas, a redução da taxa de juros e o estabelecimento de um ambiente mais propício para os negócios.

• • •

Tributaristas preveem publicação da RERCT 3

Apesar da baixa adesão até o momento, advogados tributaristas já preveem uma terceira edição para o Regime de Regularização Cambial e Tributária (RERCT). Atualmente, está em andamento o chamado RERCT 2, que por meio da Lei 13.428/17 permite a regularização de ativos (bens, valores, créditos e direitos) mantidos no exterior e não declarados até 30 de junho de 2016. O tema foi assunto no primeiro painel do 6º Seminário de Private Banking, que acontece em paralelo a 9ª edição do Congresso ANBIMA de Fundos de Investimento, em São Paulo.

• • •

Um workshop e três seminários acompanham evento principal

Este ano, o 9º Congresso de Fundos de Investimento cresceu e trouxe com ele um conjunto de eventos que acontecerá simultaneamente. Um workshop e três seminários acompanham a programação, cada qual voltado a seu público específico. Na edição anterior do Informativo ANBIMA você conheceu a programação dos seminários Carreiras e Como Investir em Você. Nesta edição, detalhamos o Seminário de Private Banking e o Workshop de Autorregulação de Fundos de Investimento.

• • •

Palestrantes dos EUA e Europa reforçam caráter internacional do evento

A programação do 9º Congresso ANBIMA de Fundos de Investimento conta com palestrantes de diversas partes do mundo, que darão suas contribuições aos debates sobre diferentes temas. “A
presença desses convidados dá ao evento um caráter internacional e permite aos participantes uma visão integrada, pois as discussões buscam sempre trazer o que acontece no mundo para o contexto
local”, explica o presidente da Associação, Robert van Dijk.

• • •

Programação inclui sessões paralelas de debates nos dois dias do congresso

A programação do 9º Congresso ANBIMA de Fundos de Investimento é composta por sessões plenárias, que ocorrerão no auditório principal do evento, e por sessões paralelas, que ocuparão outras três salas. Muitas vezes, os debates acontecerão simultaneamente, sempre com a preocupação de levar aos participantes os assuntos de maior relevância para a indústria de fundos. É possível se inscrever individualmente para as paralelas ou adquirir o acesso a todas as plenárias, que dá direito a assistir a uma paralela por dia.

• • •

Os desafios da indústria de fundos

Somos a décima maior indústria de fundos de investimento do mundo com R$ 3,6 trilhões de patrimônio líquido e mais de 15 mil fundos registrados. O volume financeiro sob gestão supera 50% do PIB, e os fundos têm importante papel como aglutinadores de poupança e como instrumentos de dívida, seja ela pública, seja privada. Os números são expressivos, mas ainda temos enorme potencial para crescimento.

• • •