Produtividade necessita de foco, motivação e inovação

Autor dos best sellers “O Poder do Hábito” e “Mais Rápido e Melhor”, o norte-americano Charles Duhigg acredita que as pessoas mais produtivas não são necessariamente as que trabalham mais, mas aquelas que se treinaram para pensar de uma maneira diferente dos outros. Repórter do jornal The New York Times, Duhigg abordou o tema produtividade em palestra de encerramento da 9ª. edição do Congresso ANBIMA de Fundos de Investimento, em São Paulo.

Questionando a validade de ser um profissional multitarefa e como isso pode conflitar com uma vida equilibrada, assim como o que verdadeiramente significa ter sucesso, Duhigg afirma que as pessoas mais produtivas são as que têm como hábito pensar mais profundamente sobre suas escolhas, metas e prioridades.

Ele explica que os hábitos relacionados à produtividade estão baseados em três pilares: inovação, foco e motivação. “A inovação vem por meio da exposição a diferentes experiências. Trabalhos científicos dizem que a criatividade surge de 95% de material antigo que você já tem”.

Em relação ao foco, ele descreve que o mais importante para a produtividade é visualizar, criar uma história na sua cabeça de como aquele contexto vai terminar. No que tange à motivação, a dica é, além de compartilhar sua história, construir modelos de negócio no qual as pessoas sintam que estão no controle das situações.

“Pensamento é a coisa mais importante. A maior parte de nós faz isso de maneira intuitiva, mas todos que têm sucesso são especialistas em se forçar a pensar melhor, mais profundamente e inteligentemente, são pessoas que pensam em inovação não como um talento especial, mas como um processo.”, completou o escritor.